04 setembro 2008

Fazenda Fernando Alberto (agora Fazenda Utalala)

1.
2.
3.
4.
5.

8 comentários:

  1. que bon ver alguem que faz qualquer coisa pela nossa querida fazenda. nao sei o que dizer estou sem palavras

    ResponderEliminar
  2. Meu caro,
    Infelizmente não colocou o seu nome. Poderá fazê-lo sempre que entender. um abraço ruca

    ResponderEliminar
  3. Conheci esta Fazenda no fim de semana passado, fiquei encantada...acredito que seja um dos melhores lugares de Angola. Esta lindissima e mt agradavel de se ficar la.

    ResponderEliminar
  4. O meu avô chegou a trabalhar nesta fazenda por conta de outra empresa, na fábrica de Sisal... O dono, sr. Sebastião das Neves que ele conhecia, deu o nome dos dois filhos à fazenda, Fernando e Alberto.

    Espero que os antigos donos da mesma perpetuem estas histórias às gerações vindouras. Dificilmente passará a mágoa com que foram obrigados a sair daquilo que construiram, trabalharam e amaram!


    Emociono-me a ouvir estas histórias! Foi por causa dele que agora mesmo vim procurar por isto! Adoro as histórias do meu avô!

    ResponderEliminar
  5. O meu querido pai, saiu de portugal, com 16 anos rumo a esta fazenda, lá se fez homem, casou em luanda, regressou, e acabou por se estabeleçer por conta própria, na compra e venda de gado, numa zona chamada de chicala, e
    em 1974, volta sem nada!
    Recordo como falava de Angola, as saudades, a tristeza de ter perdido tudo, de deixar para tras o sitio onde foi tão feliz, hoje procuro troda a informação que posso, de forma a reviver tudo o que dizia, já não o tenho.... para o escutar......a tristeza é grande, pois sinto que ficou muito por contar, ou eu, dei pouca atenção...........Obrigada, por me trazerem de volta um pouco do meu pai. OBRIGADA

    ResponderEliminar
  6. Nasci e cresci nesta fazenda que acredito que foi uma das melhores de angola, tenho um livro com o historial da mesma fazenda na qual o Sr: Sebastião das Neves antigo proprietário relata como foi difícil erguer esta fazenda com ajuda de sua esposa e muitos funcionários mencionados no livro. sai desta fazenda em 1979 e la voltei em 2008 levando comigo meus filhos e esposa para conhecer de uma terra que muito tivera falado. Meu avó materno de raça negra foi amigo de Sebastião das Neves razão pela qual tenho o livro escrito pelo Sebastião das Neves e enviado especialmente para o meu avó. Sempre que la vou deito lagrimas de pensar a tamanha perda que esta família teve. Obrigado

    ResponderEliminar
  7. Eu tambem sou do Cubal sou a Maria Ana da Cruz Correia ,nasci no Cubal , casei no Cubal e tive filhos no Cubal .
    Tive de sair do Cubal por causa do 25 de Abril e estou em portugal a 41 anos.
    obrigado e felicidades

    ResponderEliminar
  8. Eu também conheci um grande homem do Cubal, Sebastião da Neves sinto ter construído e deixado uma obra única numa fazenda que só quem conhece pode comentar.
    À sua época outros de igual valor trabalharam a terra e foram enormes motores do desenvolvimentro local, para todos um enorme voto de honra!!

    ResponderEliminar

Obrigado pelo contributo/comentário que será publicado brevemente.NÃO TE ESQUEÇAS DE INSERIR O TEU NOME.Abraço
Ruca